A ADERES – Associação de Desenvolvimento Rural Estrela-Sul, tem como principal objetivo o desenvolvimento económico, social e cultural das pessoas do seu território de influência. Para responder a este desiderato, ao longo de duas décadas, a sua estrutura técnica, direções e rede de parceiros têm trabalhado em torno de Planos e Estratégias Locais de Desenvolvimento com vista à qualificação e melhoria da qualidade de vida das populações deste território.

Passado o ciclo das infra-estruturas, urge inverter o paradigma do desenvolvimento. Deste modo, é imperioso que todos os agentes do empreendedorismo local se empenhem em ações que conduzam à valorização dos recursos endógenos, com a consequente criação de riqueza através da transformação e comercialização de produtos e serviços geradores de riqueza e criação de emprego. Como resposta à inversão paradigmática, numa perspetiva de desenvolvimento integrado e sustentável, a ELD-Estratégia Local de Desenvolvimento do GAL/ ProDeR/ADERES assenta numa lógica de valorização e promoção do potencial de desenvolvimento endógeno (setores hortofrutícola e agro-alimentar, floresta e seus múltiplos, turismo e setores social e cultural) e define como principais objetivos: 1. Dinamizar a economia local; 2. Melhorar a qualidade de vida da população rural do território. Por sua vez, o seu (PACA) Plano de Aquisição de Competências e Animação para o Território Estrela-Sul visa informar, divulgar, animar e promover o território e os seus recursos endógenos. Na resposta a estes grandes objetivos, programou-se um conjunto de ações tendentes a valorizar e rentabilizar os produtos locais, com destaque para a gastronomia local que pode ser e será, certamente, fator de atração e fixação das pessoas, contribuindo para elevar os rendimentos familiares. Na prossecução dos objetivos e metas definidas, decidimos dar relevo, elaborar e editar a Carta Gastronómica Estrela-Sul e alojar um site destinados a colocar na história e na montra global a variedade e a riqueza da nossa culinária tradicional e mesmo alguma de autor. A publicação, que aqui apresentamos, fala-nos das boas iguarias e pratos diversificados que proliferam tanto nas zonas de montanha como no couto mineiro ou nas zonas do pinhal/aldeias de xisto. O destaque da gastronomia como património cultural eleva-se no contexto de um nicho territorial cuja beleza do meio ambiente natural aqui retratamos. Não quisemos deixar passar em claro os usos e costumes das gentes deste território, o seu artesanato e outras formas de arte como a música e o folclore. É o reviver do passado perpetuado na modernidade.

A Equipa Técnica do GAL/ProDeR/ADERES acompanhou e supervisionou todo o trabalho, mas para garantir qualidade e rigor no estudo, recolha, elaboração e edição final, a produção foi da responsabilidade da empresa Cartaz de Letras, Lda., dirigida pelo jornalista Amilcar Malhó, com ligações familiares ao território e, cujo currículo fala por si: colaborador em vários órgãos de comunicação social escrita e falada com temáticas ligadas à gastronomia, enologia e turismo, autor, coordenador e apresentador de programas de gastronomia tradicional na RTP2, confrade e fundador de várias confrarias gastronómicas nacionais. Autor da Biografia do Chefe Silva. Actualmente é director da publicação on-line “Jornal dos Sabores” cuja publicação foi, recentemente, agraciada com o Prémio Comunicação Social atribuído pela Federação das Confrarias Gastronómicas Portuguesas, numa Gala realizada no Casino da Figueira da Foz. Na qualidade de presidente da ADERES, não me canso de afirmar que o Mundo Rural tem futuro. Para tal nem precisamos de ser criativos, basta que saibamos aproveitar e rentabilizar os recursos naturais e sejamos respeitadores da história e da memória do legado cultural, patrimonial, ambiental e gastronómico que nos deixaram os nossos avós. Ninguém se desloca da Praça do Comércio e arredores de Lisboa ou das nossas cidades mais próximas (Castelo Branco, Covilhã ou Fundão) para vir a uma aldeia ou vila rural comer um simples bitoque com batatas fritas, mas é possível atrair visitantes e sobretudo turistas gastronómicos para o mundo rural confecionando e apresentando os nossos pratos e iguarias tradicionais em torno de ementas variadíssimas à base de cogumelos, maranhos, cabrito assado ou recheado, chanfana, queijos, espargos silvestres com ovos, cheróvias, botelha e beringelas fritas, peixinhos da horta, azeitonas curtidas artesanalmente, compotas de pequenos frutos, papas de carolo de milho branco ou mesmo doçarias que, não sendo conventuais, foram criadas para celebrar ritos de passagem e chegaram aos nossos dias com uma singularidade e autenticidade que nos reportam para sabores e paladares dignos de fazer crescer a água na boca.

Por fim quero aproveitar para deixar os agradecimentos em nome da ADERES que é a responsável por esta edição escrita e pelo site gastronómico Estrela-Sul. Ficamos profundamente gratos aos 3 Municípios (Castelo Branco, Covilhã e Fundão) cujos responsáveis pelo pelouro do turismo e gastronomia se disponibilizaram a dar o seu contributo informativo, assim como, os autarcas das freguesias. Às empresas e associações locais de desenvolvimento com destaque para as ligadas ao turismo e acção social, aos empresários da restauração que graciosamente confecionaram e emprataram os seus pratos mais representativos para serem fotografados. Aos cozinheiros e cozinheiras de restaurantes, de IPSS e de culinária familiar que nos legaram as suas experiências e saberes. Corro o risco de ser injusto e não referenciar todos quantos connosco colaboraram, e muitos outros que estariam dispostos a participar e não foram contactados. A estes apresento as minhas desculpas e quero dizer: A Carta Gastronómica é um documento escrito e fechado que fica para a história e memória, mas o site é dinâmico e aberto e nele publicaremos os contributos de todos e tudo quanto for útil para a promoção da nossa gastronomia e turismo gastronómico.

À boa maneira da nossa Beira Baixa a todos,

Bem Hajam!

O Presidente da ADERES

Dr. José Armando Serra dos Reis

Nike Air Huarache Run Ultra chaussures de tennis,Nike Air Jordan Sky High OG Chaussures,Air Max 1 Ultra SE chaussures de tennis,Air Max 2016 Chaussures,2017 Nike Air Max,Nike Air Max 90 chaussures de tennis
Friend link:ADIDAS ORIGINALS NMD PRIMEKNIT,ADIDAS ORIGINALS PRIDE PACK,ADIDAS ORIGINALS STAN SMITH W,Adidas Originals Superstar Slip On W,ADIDAS ORIGINALS ZX 500,ADIDAS ORIGINALS ZX 8000